O melhor relógio para cada ocasião Todo homem deve estar preparado e nenhum acessório é mais confiável na hora de passar uma boa impressão quanto um relógio gplus
   

O melhor relógio para cada ocasião

Todo homem deve estar preparado e nenhum acessório é mais confiável na hora de passar uma boa impressão quanto um relógio

Confira Também

Mesmo com o desuso em que caiu nos últimos anos, em que a necessidade de usar relógios no pulso tem sido diminuída e substituída pelos relógios integrados aos telefones celulares e outros aparelhos digitais de uso diário, como o computador, o acessório continua a fazer parte do universo masculino e é uma importante peça de vestuário que exerce grande influência sobre a aparência que um homem deseja passar, independente da ocasião. 

Objetos de desejo por grande parte dos homens, que os admiram nas vitrines e pagam preços, às vezes, altíssimos para poder usá-los, os relógios continuam a ter admiradores e usuários pelo mundo todo. São diversas marcas e modelos disponíveis no mercado que permitem ao homem moderno escolher qual melhor se adequa ao seu visual, podendo até mesmo criar combinações dependendo da ocasião em que ele se encontrar. 
Jamais subestime o poder de um relógio no pulso. Veja qual modelo melhor se encaixa no seu visual em cada ocasião da sua rotina para poder se preparar melhor e não cometer erros no visual.

Em casa

No ambiente domestico, o objetivo é ficar confortável o tempo todo, então o melhor é optar pelo modelo mais simples para poder atender somente a necessidade de ver as horas mesmo. Tanto faz se o modelo é analógico ou digital em casa, qualquer um que deixe o usuário mais confortável pode ser utilizado. O melhor é evitar a pulseira de metal, pois pode se prender em algum lugar como no sofá ou em roupas e estragá-los. Como há também o hábito de se cair no sono a qualquer momento, escolher um modelo mais leve e simples pode ser ideal para evitar que ele deixe a pessoa desconfortável enquanto dorme. Como algumas tarefas domésticas também são bastante comuns, o ideal é escolher ao relógio que possa se molhar, cair no chão ou sofrer impactos sem sofrer danos ou ao menos que não seja uma grande (e cara) perda. 

No trabalho

Durante o trabalho, o importante é que o modelo não seja tão chamativo ou que atrapalhe as tarefas que precisam ser feitas. Um visual mais sério e profissional deve ser adotado, sendo melhor escolher um modelo analógico e de com pulseira de metal ou couro, se o local de trabalho for mais flexível e permitir roupas casuais. Dependendo das tarefas que devem ser realizadas, o modelo não deve atrapalhar a execução de movimentos que exijam mobilidade. Se algum uniforme for utilizado, deve haver cuidado na escolha do relógio para que ele não fique muito evidente ou não combine com a roupa. Com ternos, o relógio clássico é o mais indicado. A atenção para acidentes que possam ocorrer durante o trabalho e que possam danificar o acessório também deve ser mantida. Se o trabalho representar riscos excessivos, o melhor é optar por um modelo simples e prático que não tenha exigido um alto preço.

Na academia

Durante a prática de exercícios físicos, a livre mobilidade deve ser permitida para que a execução dos movimentos não sofra interferências. A leveza é outra característica que deve ser pensada. Ao contrário do escritório, um modelo bastante simples e prático deve ser escolhido. Uma pulseira de borracha é mais ideal para os praticantes de atividades físicas. O relógio digital pode ser a melhor opção para essa ocasião por permitir uma visualização mais rápida, além de existir modelos que ainda contam os batimentos cardíacos e podem ajudar na execução dos exercícios. Existem diversas marcas que já fabricam modelos especialmente para a prática de atividades físicas e vale a pena dar uma olhada neles na hora de decidir o que mais se adequa a você.

Em passeios

Um homem que gosta de usar relógios dificilmente deixa de usá-los, independente da ocasião. Em passeios, o melhor modelo indicado para é algum que esteja entre o simples e o mais sofisticado. Algum que não seja tão chamativo, mas que ainda seja capaz de demonstrar cuidado e atenção com o visual para passar uma boa impressão. Tanto faz se o modelo for analógico ou digital. Durante passeios em que se fica muito exposto, é necessário que o relógio não chame a atenção de possíveis ladrões, por isso vale a pena investir em algum relógio simples. Se o passeio for somente entre a família, como em campos ou praias, o melhor é usar um relógio que não seja novo e que possa se molhar e se sujar sem problemas. 

Em encontros

O objetivo em qualquer encontro, principalmente o primeiro, é causar boa impressão. Se não for o primeiro, ainda vale o cuidado com a aparência para demonstrar respeito e atenção com a pessoa que se vai encontrar. O modelo do relógio depende bastante do que estiver planejado para o encontro. Se for um jantar em algum restaurante, o ideal é escolher o modelo mais sóbrio e clássico, analógico e com pulseira de metal. Se for um passeio, um modelo mais leve, com pulseira de couro, deve dar conta do recado. Sempre deve se levar em consideração que o relógio é um acessório que irá fazer parte do visual todo e que o cuidado nessa escolha pode ser fundamental para demonstrar o bom gosto e atenção com os detalhes que mulheres geralmente admiram.

Em festas e comemorações 

Em ambientes mais descontraídos, os melhores modelos de relógio para serem utilizados são aqueles que oferecem liberdade ao usuário para que ele possa se movimentar sem dificuldades. Modelos leves, tanto faz se analógicos ou digitais, com pulseira de couro ou metal, são as melhores opções. Se a festividade for mais formal, como um casamento, o modelo clássico deve ser utilizado, respeitando a seriedade do evento. Se for um encontro com amigos, o modelo mais leve e velho pode ser uma opção válida. Enquanto o mais comum é utilizar modelos mais informais, o mais indicado é saber aliar isso com a impressão que se quer passar e geralmente um relógio que fique entre o formal e o informal serve perfeitamente ao objetivo, sem forçar muito ou passar uma ideia errada de que se está tentando chamar a atenção ou de despreocupação e falta de cuidado com a aparência que pode ser alvo de crítica em alguns círculos sociais.