Empresa oferece serviços de diaristas nuas Serviço é voltado principalmente para o público nudista e empresa garante que as mulheres não fazem nada além de limpar gplus
   

Empresa oferece serviços de diaristas nuas

Serviço é voltado principalmente para o público nudista e empresa garante que as mulheres não fazem nada além de limpar

Confira Também

O que antes parecia apenas parte de sonhos masculinos ou o começo de um filme pornô se tornou real no Reino Unido, onde uma empresa de diaristas começou a oferecer um serviço um tanto inusitado: faxineiras particulares vestidas com nada além de luvas e chinelos durante o expediente. De nome Naturist Cleaners (“Faxineiras Naturistas”, em bom português), a agência foi criada por Laura Smith. Mas, antes de se animar todo achando que essa moda pode pegar por aqui, saiba que as moças apenas limpam, nada mais. 

Anteriormente dona de um pequeno negócio de limpeza normal, Laura conta que teve a ideia de oferecer o diferencial após o pedido de um de seus clientes, que alegou ser naturista e perguntou se ela não poderia fazer a faxina igualmente despida, para que ele não precisasse se vestir nas horas em que ela estivesse na residência. Após aceitar o pedido e passar pela experiência diferente, Laura se interessou pelo assunto.

Com sede em Londres, a empresa contrata novas diaristas por meio de anúncios na Internet. Os clientes, que a agência garante ser de maioria naturista, pagam 65 libras (260 reais) pela primeira hora trabalhada e mais 55 libras (223 reais) por cada hora adicional. Quem não quiser pagar tudo isso pode optar por contratar diaristas vestidas, que a empresa também oferece, pela metade do preço. 

Para evitar qualquer mal entendido dos clientes, Laura faz questão de deixar bem claro que a faxina é o único serviço oferecido, sem nenhum tipo de intenção sexual envolvida – pelo menos não por parte das moças. Lingeries sexy ou acessórios eróticos estão fora de questão, assim como qualquer tipo de contato físico entre o cliente e a diarista. Até mesmo o preço mais elevado seria uma forma de evitar que os mais espertalhões contratem o serviço apenas por diversão.

Apesar de todos os anúncios serem voltados para o público feminino, a agência afirma aceitar ambos homens e mulheres para trabalhar como diaristas naturistas. Para se candidatar é necessário enviar informações de perfil e uma foto – nua ou de biquíni, sem necessidade de mostrar o rosto – para se utilizada no site. Tanto jovens e magras quanto mais velhas e cheinhas são aceitas, segundo Laura.