Top 10: Hobbies que melhoram seu status Vinhos, relógios ou golfe? Descubra quais são os passatempos que valorizam seu "passe" sob o olhar dos outros gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

Top 10: Hobbies que melhoram seu status

Vinhos, relógios ou golfe? Descubra quais são os passatempos que valorizam seu "passe" sob o olhar dos outros

Confira Também

Quanto vale um homem? Apesar de cada indivíduo ter sua própria concepção de valores, a convivência em grupo mostra no dia a dia que, ainda assim, dividimos muitos deles, principalmente quando se trata de símbolos de poder. As facilidades conquistadas pela posse de um bom carro e um terno alinhado seduzem muitos a abandonar seus gostos pessoais para se manterem numa espécie de zona de conforto, enquanto conduzem uma corrida rumo ao sucesso.

Por outro lado, tanto relacionamentos quanto uma boa carreira exigem muito mais do que desfilar com uma penca de ícones do status quo por aí: é necessário afinidade. Afinal de contas, é a partir de nossos interesses mais aflorados que delimitamos nossas amizades, amores e o trabalho que pretendemos desenvolver.

Diante disso, o AreaH apresenta uma lista dos hobbies que podem dar um up na sua vivência cultural e social. Veja a seguir qual deles se adequa melhor à sua personalidade e aproveite o seu tempo livre para se tornar uma pessoa mais interessante!

10# Carpintaria - Dificuldade para começar: 6/10
A carpintaria está entre os hobbies mais antigos da história humana, sendo bastante versátil -- ela te dá a oportunidade de produzir objetos variados, desde brinquedos a mesas e cadeiras. O ofício combina trabalho braçal com a habilidade de criar peças funcionais ou artísticas, e por que não ambos?  As ferramentas não são baratas, e o equipamento mais pesado, como furadeiras e tornos, podem “doer” um pouco no bolso. Entretanto, um iniciante consegue realizar muitos projetos contando apenas com o básico antes de investir em grandes empreendimentos.

9# Arte - Dificuldade para começar: 4/10
Nada separa mais um cara genuinamente urbano e sofisticado de um farsante do que a habilidade de fazer observações perspicazes sobre uma obra de arte que não viu antes. Apreciar a arte não é exatamente uma capacidade de avaliar a relevância de obras a partir de fundamentos. Mesmo que o assunto não te interesse muito, uma compreensão mínima de história da arte e dos principais artistas só traz benefícios -- assim a comunicação será possível caso aquela gostosa que você chamou pra sair seja mestre em belas artes.

8# Vinhos - Dificuldade para começar: 2/10
Talvez o mais acessível dos hobbies de alta classe, a degustação de vinhos envolve simplesmente um breve aprendizado sobre a produção de vinhos e o treinamento dos sentidos para detectar cores, aromas e sabores. O custo aqui é mínimo, já que você nem precisa comprar vinhos caros enquanto estiver refinando o gosto. Boa parte dos eventos de degustação são baratos, e algumas vinícolas chegam a oferecê-los gratuitamente. Mesmo que você tenha que desembolsar uma grana, será dinheiro bem gasto -- da próxima vez você poderá encarar o sommelier nos olhos em vez de se contentar a aceitar sua sugestão. 

7# Xadrez - Dificuldade para começar: 5/10
O xadrez é o clássico jogo intelectual, e entre as dúzias de sites e apps que atendem jogadores, o passatempo praticamente não exige investimento para começar. Aumentando a capacidade de resolver problemas e ampliando a memória, o xadrez também induz uma fraternidade entre seus praticantes -- qualquer jogador só irá respeitá-lo mais se você realmente for bom no tabuleiro. Além disso tudo, inúmeros figurões como Napoleão e John Wayne também adoravam disputar os reis.

6# Esportes de Aventura - Dificuldade para começar: 8/10
O negócio aqui é explorar, escalar montanhas, mergulhar e caminhar -- ou qualquer atividade que o coloque em contato com as forças da natureza. Cada um destes esportes tem seus perigos, portanto não são do tipo que você faz pra matar um tempinho livre. Mas isso faz parte da aventura, uma vez que se qualquer um conseguisse escalar o Everest, o feito não teria tanta graça. 

5# Charutos - Dificuldade para começar: 3/10
Tabacos finos são o lazer clássico do homem, encontrados entre os dedos desde personalidades importantes durante o fechamento de negócios, até reis que conduziam julgamentos. O rei inglês Eduardo VI, por exemplo,I reverteu a proibição do fumo imposta pela rainha Vitória quando assumiu o trono, proclamando: “Cavalheiros, vocês podem fumar”. Como qualquer hobby refinado, fumar charutos exige alguns aparatos e rituais -- ter uma ideia sobre como selecionar, cortar e acender um deles é mais importante do que o valor que você gasta (um charturo caro e mal cortado não é nada saboroso).

4#  Relógios - Dificuldade para começar: 4/10
Os relógios representam a combinação perfeita de engenharia, estilo e status -- o que os torna uma obsessão para aspirantes em todo o mundo. Uma das vantagens deste hobby é que você não terá que torrar R$ 100 mil numa coleção de relógios: pulando esta parte, há muito conteúdo sobre design, componentes e as principais marcas. O site Watch Snob é um bom começo.

3#  Carros Clássicos - Dificuldade para começar: 8/10
É claro que restaurar um carro clássico não é um passatempo barato, porém te dá a chance de literalmente construir seu próprio símbolo de status, fabricado de acordo com seus gostos pessoais. Não se trata apenas do produto final, pois a manutenção do carro é uma das disciplinas mais úteis (e masculinas) que você pode desenvolver. Este hobby combina a satisfação do trabalho manual com o prazer de ressuscitar uma lata velha das cinzas -- você pode começar com um “pau velho”, mas ainda assim irá se empenhar para produzir algo único.

2#  Uísque - Dificuldade para começar: 3/10
O uísque, sinônimo de classe e respeito, também possui uma subcultura similar à degustação de vinhos -- para apreciar a bebida também é necessário saber como analisar aromas e gostos produzidos a partir de um trabalho artesanal exaustivo. No entanto, o uísque é mais masculino, terreno e difícil de tomar. Ao contrário de outras bebidas, ele não é muito usado em drinques que levam aquele pequeno guarda-chuva, e a degustação não é recomendada para quem tem uma constituição física fraca. Qualquer uísque “meio” decente não é barato em relação a outras bebidas, porém essa é a ideia.
 
1# Golfe - Dificuldade para começar: 5/10
O golfe é o típico jogo de homens de negócio, tão relevante para essa cultura que grandes algumas revistas norte-americanas como a Business Week possuem até seções voltadas ao esporte. Se um parceiro comercial em potencial te convida para um nove rápido para falar de negócios, você não vai se perdoar se tiver que deixar passar porque não sabe jogar. Além disso, o golfe pode ser uma ferramenta eficaz, já que permite ver como o outro lida com o fracasso e como age sob pressão. O jogo leva algum tempo para aprender, mas depois se torna bastante agradável.