A anatomia do CEO perfeito Rosto largo, cabelos escuros, mais de 1,80 m... Veja quais são os aspectos físicos associados a um líder nato, segundo estudos gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

A anatomia do CEO perfeito

Rosto largo, cabelos escuros, mais de 1,80 m... Veja quais são os aspectos físicos associados a um líder nato, segundo estudos

Confira Também

Qual a cara do sucesso? Não dá para negar que alguns homens realmente aparentam ser executivos bem sucedidos, mas o que eles têm que lhes concede esta imagem? Embora pareça absurdo, diversas pesquisas apontam que existem certos padrões estéticos entre os grandes executivos, são características como a cor do cabelo, a altura, postura e aparência, todas consideradas tão importantes quanto à competência e a perspicácia nos negócios para alcançar o topo da escalada corporativa. Ao que parece, esse conjunto de itens físicos concedem ao profissional a “cara” de executivo de sucesso, o que facilita sua chegada ao cargo.

Veja quais são as 10 características da aparência de um CEO de sucesso:

#1 Cabelos escuros - Entre 500 CEOs do Reino Unido, 91 % tinham cabelos castanhos ou pretos antes de serem grisalhos, aponta estudo da Universidade do Tennessee, em Chattanooga. O estudo diz que as pessoas tendem a ver homens e mulheres loiros como sendo incompetentes (oi?). Os ruivos são responsáveis por 4% dos altos cargos de liderança.

 #2 Uma rosto confiável - Pessoas com rostos confiáveis  são mais propensas a serem eleitas para cargos de liderança, de acordo com um estudo da Universidade de Delaware. Esta pesquisa pega carona em um outro estudo da Universidade de Tufts, que encontrou os mesmos traços faciais nos CEOs das mais bem sucedidas empresas listadas pela revista Fortune 1000.

#3 Filantropia -  CEOs americanos tendem a se envolver em movimentos relacionados à comunidade e voluntariado. Eles também são mais ativos na política que os europeus, por exemplo, segundo pesquisa realizada na Áustria. Estar envolvido em atividades filantrópicas concede aos executivos a imagem de liderança nata.

#4 Data de aniversário - CEOs são mais propensos a nascer no inverno ou primavera, mostra pesquisa da Universidade de British Columbia. Tem a ver com a forma como os alunos da escola estão agrupados: Pessoas que fazem aniversário no inverno ou primavera são tipicamente mais velhos para seu grau, e por isso tendem a ser mais desenvolvidos física e cognitivamente que seus colegas de classe. Essas vantagens despertam mais confiança, que é levada adiante na vida adulta.

 #5 Maturidade - CEOs com aparência  "mais madura" recebem, em média, 7,5 % a mais do que os seus colegas de profissão com aparência mais jovial, constata estudo da Universidade de Duke. As pessoas tendem a relacionar aparência mais madura com competência. 

#6 Um nome simples e curto - De acordo com análise do LinkedIn, a grande maioria dos CEOs tem nomes curtos e simples (Eike, por exemplo). Os pesquisadores dizem que as pessoas veem caras com nomes mais curtos como mais acessíveis.

#7 Rosto largo - Pesquisa da Universidade de Wisconsin, Milwaukee, mostra que os homens com rostos mais largos estavam mais propensos a estarem entre as 500 empresas mais bem-sucedidas da revista Fortune. A teoria é que os rostos largos são consequência dos níveis mais altos de testosterona, e por conta disso, concede ao homem a imagem de dominador.

#8 Altura acima da média - Enquanto a altura também aparece como discriminante da capacidade de liderança, homens mais altos são mais propensos a procurar funções executivas, constata um estudo da Texas Tech University. Caras mais altos geralmente são mais confiantes, o que pode explicar a correlação altura-poder.

#9 A idade perfeita - Gestores com idades entre 50 e 59 executam seus trabalhos com a maior paixão, entusiasmo e confiança, mostra um estudo israelense. Por quê? Homens na faixa dos 50 anos têm mais experiência para lidar com situações adversas, dizem os pesquisadores. 

#10 Postura - Postura ereta, parar com as mãos nos quadris, com as pernas afastadas e com a cabeça levemente inclinada pra trás são características que pessoas associam com poder e liderança, constata um estudo da Harvard Business School. Não só as pessoas enxergam alguém com poder de liderar. A própria pessoa sente-se mais poderosa quando age desta forma, afirmam os autores do estudo.