Alimentos perigosos para a próstata Pipoca de microondas, batata frita e enlatados de tomate. Afaste-se dos alimentos que podem acabar com a saúde da próstata gplus
   

Alimentos perigosos para a próstata

Pipoca de microondas, batata frita e enlatados de tomate. Afaste-se dos alimentos que podem acabar com a saúde da próstata

Confira Também

O câncer de próstata representa cerca de 4 em cada 10 cânceres que atingem a população masculina brasileira com mais de 50 anos de idade. É também o 2º câncer em causas de morte no Brasil. Não é suficiente apenas saber quais são os alimentos que podem prevenir a doença, mas também aqueles que fazem mal ou facilitam o seu desenvolvimento. Alguns itens da lista surpreendem porque parecem não representar qualquer mal à saíde. Veja o que você deve evitar de colocar no prato daqui pra frente:

#1 – Carne vermelha
Estudos realizados pelo Instituto do Câncer nos EUA mostram que homens que consomem uma grande quantidade de carne vermelha têm 12% a mais de chance de desenvolver câncer de próstata do que homens que consomem pouca ou nenhuma. 

#2 – Carnes não-orgânicas
Representando a maior parcela de carnes do mercado, as não-orgânicas também são um perigo. O uso de hormônios, remédios e esteróides aplicados nos animais causam mal à saúde como um todo e seu consumo deve ser controlado.

#3 – Cálcio e laticínios
Altos níveis de cálcio adquiridos através de laticínios está diretamente ligado ao desenvolvimento do câncer de próstata. A gordura e colesterol presentes nesses alimentos também são fatores agravantes. A Organização Mundial de Saúde fez um estudo em 2008 que revelou que os países que mais consomem carne vermelha e laticínios também são os países com maior incidência de câncer de próstata, com a Austrália liderando o ranking.

#4 – Industrializados feitos com tomate
Embora seja verdade que tomate é um excelente alimento na prevenção do câncer de próstata por conta do licopeno, você deve evitar produtos industrializados que são derivados do tomate, como os molhos. As latas contém bisfenol A, um composto que pode passar para o molho e causar danos à saúde em geral.

#5 – Pipoca de microondas
Pipoca pode ser uma boa fonte de fibras, mas evite a versão para microondas.O forro dos sacos contém produtos químicos, como o ácido perfluoroctanóico (PFOA) que pode estar associado com a infertilidade em seres humanos e também ao câncer em ratos de laboratório. Os cientistas temem que em altas quantidades o produto possa causar câncer em humanos.

#6 – Batatas não-orgânicas
As batatas podem ser expostas a vários tipos de agrotóxicos e absorver herbicidas e pesticidas que fazem mal à saúde e contribuem para o desenvolvimento da doença, inclusive o de próstata.Você pode até lavar as batatas antes de consumi-las, mas o que foi absorvido não pode ser lavado- a única solução é comprar batatas 100% orgânicas.

#7 – Batata frita
As batatas fritas convencionais, ou as de fast food ou até as de salgadinho, são perigosas,pois são mergulhadas em gordura saturada e sal. Além disso, as batatas contém um aminoácido chamado asparagina que quando aquecido a altas temperaturas pode formar acrilamida, uma substância potencialmente cancerígena. 

#8 – Adoçantes
Todos os tipos – aspartame, sacarina, sucralose, qualquer espécie de adoçante é associado ao câncer e estão presentes em muitos alimentos industrializados, principalmente aqueles com rótulos diet/light.

#9 – Salmão de viveiro
Salmões criados especificamente para a venda são alimentados com soja e farinha de peixe, entre outros compostos para torná-los mais rosados e isso faz com que eles possuam menos vitamina D, ácidos graxos e o tão famoso ômega 3, em comparação com o salmão selvagem. Estes compostos possuem potencial cancerígeno e podem ser encontrados não só no salmão de viveiro, mas outras espécies de peixes também.

#10 – Açúcar
De acordo com Patrick Quillin, vice-presidente do centro de nutrição de uma instituição de tratamento de câncer nos EUA, o açúcar pode acelerar o crescimento das células cancerígenas por conta da glicose. Alimentos industrializados usam açúcar aos montes, a dica aqui é controlar a dieta.

Hábitos alimentares não são a única causa do câncer - fatores hormonais e ambientais, histórico familiar, sedentarismo e excesso de peso. O que podemos concluir com certeza é que para ajudar na prevenção do câncer de próstata é necessário controlar a dieta e evitar gorduras de vários tipos, além de consultar seu médico periodicamente, afinal, quanto mais cedo descobrir o problema mais fácil será para curá-lo!