Os 5 carros clássicos mais caros do mundo já vendidos em leilão Se você já babava por aquele Opalão do seu tio-avô, antes de ler esse post, pegue uma toalha para usá-la de babador gplus
   

Os 5 carros clássicos mais caros do mundo já vendidos em leilão

Se você já babava por aquele Opalão do seu tio-avô, antes de ler esse post, pegue uma toalha para usá-la de babador

Confira Também

Alguns carros são como vinhos: quanto mais velhos, melhores ficam. E mais caros também.

Os carros clássicos carregam uma áurea especial e, muito por causa de suas histórias, chegam a ser mais notáveis e valorizados que as marcas estampadas em sua carroceria. Vendidos somente em leilões, eles são vistos como verdadeiras relíquias automotivas. Raridade, exclusividade e potência podem agregar valor a seus preços exorbitantes. Confira os carros clássicos mais caros do mundo já vendidos em leilão.

5 - Ferrari 275 GTS/4 ‘NART Spyder’
Preço: US$ 27.500.000
O carro, na verdade, é uma remodelagem da Ferrari 275 GTS/4. Luigi Chinetti, homem responsável por importar Ferraris para os Estados Unidos, sugeriu ao dono da marca que o já admirável Ferrari 275 GTS/4 se tornasse conversível.

Antes de ser vendido pela bagatela de mais de 27 milhões de dólares, o carro teve apenas um único dono, o homem de negócios Eddie Smith.

4 - Ferrari 290 MM
Preço: US$ 28,050,000
Construído para ser usado por ninguém menos que o pentacampeão de Fórmula 1 Juan Manuel Fangio, a Ferrari 290 MM conseguiu levar a scuderia italiana ao primeiro lugar do Campeonato Mundial 1000 KM Buenos Aires de 1957 depois de mais de 6 horas de corrida. 

Apenas um dos quatro exemplares do modelo ainda existe. Depois de se aposentar da equipe da Ferrari, o carro já teve vários donos, inclusive o icônico colecionador Pierre Bardinon, com quem passou cerca de 34 anos. 



3 - Mercedes-Benz W196 Silver Arrow
Preço: US$ 29.600.000
Juan Manuel Fangio não é filho de Midas, mas parece que tudo que ele toca vira ouro! Pilotado pelo argentino na temporada de Fórmula 1 de 1954 e 1955, a “Flecha de Prata” - como o carro também era conhecido - chega até 260 km por hora. O hermano conquistou dois títulos mundiais a bordo de um Mercedes-Benz W196 Silver Arrow. Apenas 14 unidades desse modelo foram construídas e, atualmente, somente 10 continuam em bom estado. Seis fazem parte da coleção da Mercedes-Benz e outras três estão nos museus de Turin, Indianapólis e Viena.

2 - Ferrari 335 Sport Spider Scaglietti
Preço: U$ 35.711,359
A Ferrari 335 Sport Spider Scaglietti, em 1957, foi o carro a ultrapassar os 200 km/h na tradicionalíssima 24 Horas de Le Mans. No ano seguinte, seu sucesso nas pistas continuaram, o carro foi o vencedor do Grande Prêmio de Cuba de 1958

O modelo, que é considerado uma das Ferraris mais importantes da história, já foi dirigido pelo lendário Stirling Moss e desde 1970 pertenceu ao colecionador Pierre Bardinon, que a vendeu por 35.711,359 em 2016.

1 - Ferrari 250 GTO
Preço: US$ 38.1151.000
Construído em 1962 para correr no FIA World GT Championships, a Ferrari 250 GTO é o carro mais caro do mundo já vendido da história. Com velocidade máxima de 300 km/h, ainda na época de sua produção, esse carro só era vendido a quem Enzo Ferrari, o fundador da marca, aprovasse.