Coletes masculinos: quais os tipos e como usá-los no dia a dia Do social ao casual, com terno ou sem, os coletes são a peça perfeita para homens que desejam investir em um visual mais clássico gplus
   

Coletes masculinos: quais os tipos e como usá-los no dia a dia

Do social ao casual, com terno ou sem, os coletes são a peça perfeita para homens que desejam investir em um visual mais clássico

Confira Também

Apesar de hoje em dia ter se tornado uma peça opcional, o colete é uma das três partes que constituem o terno. 

Por costume, adotou-se como terno somente o paletó e a calça, enquanto o uso da terceira peça ganhou um tom mais formal e clássico. O colete, porém, pode ser usado de várias maneiras e continua a ser uma peça de moda masculina que vale a pena todo homem garantir em seu guarda-roupa.

Seja para eventos, encontros, festas, reuniões e outras ocasiões do dia a dia do homem moderno, o colete é uma excelente opção de vestimenta para ter sempre à mão. E, cada vez mais, ele ganha um uso mais casual capaz de conferir muito mais estilo a quem o veste.

Existem, basicamente, dois tipos de coletes: o formal e o casual - este segundo com algumas variações, como jeans, esportivo, etc. Para ambos, as regras são as mesmas válidas para o paletó: o último botão deve ficar sempre aberto, enquanto o colete deve ficar 2,5 cm abaixo da cintura das calças.

Confira abaixo algumas dicas para acertar na hora de vestir seu colete no dia a dia sem errar.

Colete com paletó: para um visual mais clássico

Usado tradicionalmente para compor um visual mais formal, principalmente em dias frios, reuniões e ocasiões mais especiais como casamentos, formaturas e outros eventos, o colete com paletó deve ser vestido juntamento com camisa, calça social ou calça chino e gravata, sendo este acessório opcional, como veremos no próximo item.

Com gravata ou sem, o que é melhor?

Depende. Caso você opte usar o colete com o paletó para uma ocasião mais formal, como uma reunião, uma formatura ou uma festa de casamento, por exemplo, o melhor é sempre vestir a gravata - em festas, uma gravata borboleta pode ser a melhor opção, mas evite tirar o paletó sob risco de ser confundido com um garçom. No dia a dia, ao vestir o colete com calça jeans e camiseta, por exemplo, é possível abrir mão da gravata sem estragar o estilo.

No calor, abra mão do paletó

Homem nenhum merece passar calor embaixo de camadas e mais camadas de roupas, principalmente em um país tropical como o Brasil. Nesse caso, é possível aliviar um pouco a temperatura sem a necessidade de abrir mão do estilo que você quer montar com o colete: é só dispensar o paletó. Mantenha o colete sempre fechado e dobre as mangas da camisa até um pouco abaixo da altura dos cotovelos e seu visual está pronto para a correria de mais um dia de trabalho ou até uma festa.

Colete com camiseta também vale

O colete é uma peça masculina de estilo mesmo quando usado em ocasiões informais. Em casos assim, dispense a roupa social e invista no conforto. Apenas uma camiseta e uma calça simples já é o bastante para montar seu visual mais casual com um colete e ainda ganhar uns pontos em bom gosto e estilo de forma bastante sutil.  O colete não necessariamente precisa ser formal. 

Colete jeans: estiloso ou brega?

Dentro do universo dos coletes, há quem defenda os dois lados dessa briga, mas é bom que você saiba que existe essa opção e fique livre para usá-la caso tenha vontade. Nesse caso, o quanto mais informal for possível, melhor. Camisetas, acessórios como colares, óculos de sol e um tênis casual são o suficiente para montar seu visual com um colete jeans.

E o colete esportivo, também pode?

Os coletes esportivos são uma ótima opção para dias mais frios e atividades ao ar livre e podem ser combinados com peças mais casuais como moletons e camisetas. Assim como os cachecóis, os coletes esportivos, também chamados de gilet, podem ser usados como um acessório temporário para proteção contra o frio, inclusive com visuais mais formais, podendo ser tirados assim que chegar ao escritório. É útil ou não ter no seu guarda-roupa uma peça tão versátil?