Curtir o Carnaval no interior é só alegria Paraty, Muzambinho, Votuporanga, Ouro Preto e outras cidades recebem milhares de turistas em busca de folia gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

Curtir o Carnaval no interior é só alegria

Paraty, Muzambinho, Votuporanga, Ouro Preto e outras cidades recebem milhares de turistas em busca de folia

Confira Também

Não existe feriado mais brasileiro que o Carnaval. Para algumas cidades, essa data é mais que uma época de exaltar a alegria, é um momento de receber muitos turistas, e claro, arrecadar fundos para o município. Mas, para atrair foliões, é preciso promover as melhores festanças.

Confira algumas cidades que, mesmo relativamente pequenas, atraem multidões nos dias de folia.

Ouro Preto, MG
Um dos pontos fortes do carnaval de Ouro Preto sãs as festas organizadas pelas repúblicas estudantis. Cada uma organiza sua programação e pacotes para os dias de festança. Em muitas, open bar é garantido. Outra tradição que sempre atrai multidões é o desfile das escolas de samba, que ocorre todo ano na Praça Tiradentes, no centro da histórica cidade mineira. 

Muzambinho, MG 
Localizado no extremo sul de Minas Gerais, Muzambinho abriga um dos carnavais mais badalados do estado. Lá, a maior agitação é por conta do Bloco Vermes & Cia, que sempre traz artistas bastante requisitados durante essa época do ano. Em 2016 será a vez de Claudia Leite e Thiaguinho fazerem a festa na cidade de cerca de 20 mil habitantes. Mas, para quem não quer pagar R$ 470,00 pelos quatro dias de show do Bloco Vermes & Cia – preço do último lote -, a opção é aproveitar o carnaval de rua. Blocos e escolas de samba desfilam pela avenida e há shows são garantidos após os desfiles.

Paraty, RJ
Além de curtir as praias e os passeios históricos, quem for a Paraty no carnaval irá se deparar com muitas pessoas cobertas de lama. Isso porque o principal bloco carnavalesco da cidade carioca é o Bloco da Lama. A atração, que a cada ano conta com mais turistas, ocorre no sábado de Carnaval e consiste em se banhar na lama “medicinal” da Praia do Jabaquara. Segundo os organizadores da festa, a ação tem como objetivo espantar os maus espíritos, e quando não houver um só espírito negativo, o bloco se despede em um banho de rio. Os Paulos, Vamos Que Tô, Os Meninos do Pontal, Paraty do Amanhã, Acadêmicos da Pititiba e o Tribo do Samba são os outros blocos que prometem agitar o carnaval de rua de Paraty.

Ilhabela, SP
Situada no litoral norte de São Paulo, a poucos minutos de balsa de São Sebastião, Ilhabela conta com mais de 40 praias espalhadas pelos 130 quilômetros de costa. Algumas são inexploradas, o que proporciona paisagens únicas para os visitantes. Durante o Carnaval a ilha de 32 mil habitantes costuma receber por volta de 100 mil turistas. Para essa época, a maior e mais tradicional festa da cidade é o Banho da Doroteia. Com mais de 60 anos de história, o evento envolve marchinhas clássicas com desfiles de blocos e foliões fantasiados de papel crepom. No final do desfile, a galera se junta no píer e pula no mar, que resulta em um festival de cores na água (por conta da tinta que sai do papel crepom) e “espanta os maus espíritos”.

Votuporanga, SP
A cerca de 500 quilômetros da capital paulista, Votuporanga recebe muita agitação durante os dias de Carnaval. Nesse ano, o Bloco Oba, o principal da cidade, será responsável por trazer grandes shows. A banda Eva, a dupla Munhoz & Mariano e o DJ Hardwell são algumas das atrações confirmadas. 

São Luiz do Paraitinga, SP
Quem visita São Luiz do Paraitinga em um fim de semana qualquer pensa que este é só mais um lugar tranquilo do Vale do Paraíba. Durante a maior parte do ano, trilhas e visitas a edifícios históricos são os principais passeios dessa cidade turística. Mas, basta o Carnaval chegar para a calma que reinava dar lugar às tradicionais marchinhas – a cidade costuma receber uma média de 150 mil pessoas nessa época. Porém, infelizmente, esse ano não haverá Carnaval na cidade. Isso porque a Prefeitura afirmou que não há verbas para realizar a festa tradicional e o famoso Festival de Marchinhas. Mas, se você ainda insiste em ir para lá, saiba que haverá uma espécie de Carnaval comunitário no Clube de Campo: o evento acontecerá em um espaço fechado, entre os dias 18 e 24 de fevereiro. Apesar do espaço pequeno e privado, essa foi a única solução encontrada pela população para aproveitar a folia.