O crossfit e as lesões do esporte: como não se machucar O esporte que é febre no mundo todo há cerca de 5 anos tem muitos benefícios, mas pode causar lesões. Veja como evitar gplus
   

O crossfit e as lesões do esporte: como não se machucar

O esporte que é febre no mundo todo há cerca de 5 anos tem muitos benefícios, mas pode causar lesões. Veja como evitar

Confira Também

Inspirado em treinamentos militares, o Crossfit foi criado em 2000 pelo ex-ginasta Greg Glassman. Bombeiros, policiais e até a SWAT utilizam esse método há bastante tempo. No começo o sucesso não foi muito grande, mas após alguns anos virou moda. Atualmente são mais de 12.000 academias oficiais de Crossfit espalhadas pelo mundo – isso sem contar as que utilizam outros nomes. Para estampar a marca em uma academia, é necessário pagar 3.000 dólares por ano à organização empresarial de Greg.

Quando percebeu que o halterofilismo só modificava os músculos de seus praticantes, apenas os deixando mais forte, ele resolveu criar o Crossfit. O esporte desenvolve 10 habilidades diferentes nos treinamentos: resistência cardiorrespiratória e muscular; força; flexibilidade; potência; velocidade; coordenação; agilidade; equilíbrio e precisão. Sendo assim, um dos exercícios mais completos. Os adeptos queimam aproximadamente 20 calorias por minuto.

Por outro lado, o índice de lesão é alto. Segundo estudo feito pelo Journal of Strenght and Conditioning Research, 73% dos praticantes já sofreram alguma contusão, sendo a maioria na região do joelho, coluna ou ombros. E ainda 7% desses, tiveram que passar por intervenção cirúrgica.
 
O treino exige atenção redobrada. Nos exercícios de agachamento, os joelhos são bastante exigidos. Quando se levanta peso com os braços de forma muito rápida, os ombros podem sofrer algum tipo de lesão. Mas a maior preocupação tem que ser com a coluna, ter pouca cautela com a postura pode causar até hérnia de disco.  

Especialistas dizem que essas lesões se devem à falta de prudência do treinador. Quando um aluno é levado além dos seus limites e ainda por cima não faz as técnicas da maneira correta, o risco de lesão sobe consideravelmente. Portanto não precisa ter medo de praticar, apenas preste muita atenção e faça os movimentos de forma correta.

O treinamento é realmente muito intenso. No início é mais complicado ter energia suficiente para ir até o final. Por isso, se estiver começando, pegue um pouco mais leve e sempre que tiver dúvida ou sentir algum desconforto, alerte o treinador. 

O Crossfit não é muito recomendado para crianças menores de 14 anos por conta do esforço excessivo. Médicos alertam que por esses exercícios serem desenvolvidos para adultos ainda não se sabe exatamente as consequências que podem causar no em um corpo ainda em desenvolvimento. Não vale a pena arriscar.