Homens comem além do necessário quando estão com amigos e mulheres Para cientistas, eles bancam os comilões para se aparecer e demonstrar masculinidade gplus
   

Homens comem além do necessário quando estão com amigos e mulheres

Para cientistas, eles bancam os comilões para se aparecer e demonstrar masculinidade

Confira Também

Os homens comem mais que as mulheres e os donos de restaurante de rodízio sabem disso. Entretanto, estudos feitos pela Universidade Cornell, do estado de Nova York, mostram que, para se exibir e demonstrar virilidade, comemos ainda mais quando estamos acompanhados de mulheres e amigos.

Entre 2015 e 2016, cientistas de Cornell publicaram duas pesquisas sobre os hábitos alimentares do homem quando estão na companhia de alguém.

Na mais recente, feita com 20 jovens de ambos os sexos, de altura e peso semelhantes, os voluntários tinham que competir entre si para decidir quem conseguiria comer mais asinhas de frango. Os cientistas submeteram os participantes a duas condições. Na primeira delas, durante 30 minutos, os competidores deveriam comer o máximo possível enquanto uma torcida os incentivava. Na segunda, não havia torcedores.

Com o intuito de vencer, os participantes de ambos os sexos comeram, em média, quatro vezes mais do que se não estivessem competindo. Porém, homens e mulheres tiveram desempenhos distintos sob as diferentes condições. Enquanto os gritos de apoio fizeram com que eles comessem 30% a mais, elas conseguiram melhores resultados sem espectadores.

De barriga cheia, eles descreveram como “legal” e “desafiador” a experiência de comer com torcida. Já as mulheres disseram que ficaram meio sem jeito quando observadas.

Segundo Kevin Kniffin, um dos cientistas envolvidos na pesquisa, os homens, mesmo que inconscientemente, entendem como sinônimo de “virilidade e força” comer mais do que os amigos.

A conclusão dessa experiência vai de encontro com a da pesquisa publicada em 2015 pela mesma universidade, que comprova que os homens comem além do necessário para expressar masculinidade e se mostrar.

Nesse estudo, que envolveu 105 voluntários de 18 a 81 anos, eles comeram quase o dobro de pizza quando estavam com ao menos uma mulher na mesa do que quando acompanhados apenas por pessoas do mesmo sexo.

Para Kniffin, esse hábito pode estar ligado ao evolucionismo. De acordo com o pesquisador, as pessoas desenvolveram uma tendência a se exibirem em frente dos outros para demonstrar atratividade e dominância. “Há trabalhos prévios que apontam que os homens comem alimentos apimentados como forma de se aparecer.”

Resta saber se após tomarem conhecimento dessas pesquisas, os restaurantes de rodízio cobrarão mais dos homens que estiverem acompanhados.