1 em cada 5 pessoas mexe no celular do namorado sem ele saber Segundo pesquisa da University of British Columbia, apontou que a prática foi realizada ao menos uma vez no último ano gplus
   

1 em cada 5 pessoas mexe no celular do namorado sem ele saber

Segundo pesquisa da University of British Columbia, apontou que a prática foi realizada ao menos uma vez no último ano

Confira Também

Fuçar no celular alheio não é um hábito lá muito correto, mas costuma ser uma forma que muitas mulheres encontraram de descobrir o que os seus namorados e maridos andam aprontando por aí. Uma pesquisa feita pela University of British Columbia com mais de 1.300 pessoas apontou que 31% dos participantes já haviam xeretado o telefone alheio sem que a pessoa soubesse. Ainda segundo o estudo, a prática foi realizada ao menos uma vez no último ano. 

Para Konstantin Beznosov, um dos autores do estudo e professor de engenharia da computação da universidade, os curiosos são em sua maioria jovens. Segundo ele, tratam-se de pessoas que fazem parte do mesmo ciclo social que você e que tem mais chances de acessar o seu telefone, uma vez que você pode deixá-lo exposto em cima da mesa quando vai ao banheiro, por exemplo.

Para quem quer se proteger das invasões, os cientistas afirmam que a melhor solução ainda é bloquear o aparelho com senhas. Agora, se você é uma dessas pessoas curiosas torça para não ser pego.