gplus
   

Massa polar traz neve para região Sul do país

17/07/2017 00:00

Confira Também

A massa de ar polar que provocou a maior nevasca desde 1971 em Santiago do Chile chegou ao Brasil no início desta semana e trouxe a expectativa de neve para cidades das Serras Catarinense e Gaúcha. Com ela, o frio retorna nas Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste e há previsões de friagem até no sul da Região Norte, segundo indica o Instituto Nacional de Meteorologia do Brasil (Inmet).

A Metsul Meteorologia aponta temperaturas abaixo de zero em quase todos os municípios do Rio Grande do Sul, inclusive na capital, Porto Alegre. O Climatempo alerta ainda para o risco de geada na Região Sul e até no Mato Grosso do Sul. O Inmet prevê que o frio deve perder força no decorrer da semana.

Você viu? Moradores registram neve em cidades do Sul do país


Serra Catarinense

Em Santa Catarina, a expectativa pelo fenômeno em São Joaquim, uma das cidades mais frias do país, movimenta o município. Hotéis e pousadas registraram alta na procura desde a última quinta-feira e estão com lotação máxima desde sábado, quando as previsões de neve tornaram-se mais precisas.

A rede hoteleira da cidade e de municípios vizinhos acredita que a tendência é que o movimento continue até esta terça, quando ainda há previsão de queda de neve.

Rio Grande do Sul

Depois de um fim de semana relativamente quente no Rio Grande do Sul, a frente fria chegou com força total ao Estado e os primeiros flocos de neve foram registrados por volta das 10h desta segunda na cidade serrana de Canela.

Na noite de domingo, outros dois municípios gaúchos, Santana do Livramento e Pinheiro Machado, já haviam registrado pequenos flocos de neve.

Dados do Inmet, localizado na cidade de Campo Bom, no Vale dos Sinos, apontam que as temperaturas baixaram drasticamente dos 25,5°C para 7,5°C entre o domingo e esta segunda-feira.

A previsão é de que o frio se intensifique até a metade desta semana, com possibilidade de neve, nos municípios da Serra Gaúcha e da fronteira oeste do Estado.

Na primeira quinzena de junho, as cidades serranas de Caxias do Sul, Farroupilha, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula também foram contempladas com o fenômeno.

Veja também: Bariloche enfrenta fortes nevascas e recorde de temperatura negativa


Leia também:
Os russos são imunes ao frio?

Veja mais em: BAND