gplus
   

SP: previsão de reajuste salarial para PMs só sairá no meio do ano

17/02/2017 00:00

Confira Também

O governo do Estado de São Paulo diz que só terá uma previsão de reajuste salarial para os PMs no meio do ano. Até lá, um grupo de trabalho da Secretaria da Segurança Pública vai acompanhar a evolução da arrecadação tributária.

Associações que representam os policiais farão parte desta equipe. Nesta quinta-feira, elas participaram de uma reunião no Palácio dos Bandeirantes.

De acordo com o secretário da Segurança, Mágino Alves Barbosa, ainda não é possível dizer de quanto será o aumento.

Na quarta, um grupo de mulheres de policiais militares também foi recebido pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Elas estão mobilizadas exigindo a reposição inflacionária do período entre 2014 e 2016.

Leia também: Como o caos se instalou tão rápido no Espírito Santo? 

As esposas dos PMs pedem ainda mais médicos nos Hospitais da Polícia e o custeio de advogados em processos administrativos. Elas também querem que seja aberto um canal de denúncias na Secretaria da Segurança contra abusos cometidos por comandantes de batalhões.

A preocupação é que as greves de PMs no Rio e no Espírito Santo influenciem uma paralisação no estado de São Paulo. O governo, porém, diz que só vai discutir aumento de salário com as associações dos policiais.

Nessa quinta-feira, o Palácio dos Bandeirantes encaminhou para a Assembleia Legislativa um projeto de lei que permite que PMs aposentados voltem à ativa. Eles seriam empregados em funções administrativas; também está em debate a reforma da previdência dos policiais.

PMs são presos por suspeita de tráfico de drogas

Veja mais em: BAND