6 curiosidades sobre a Tesla, a empresa do bilionário Elon Musk A companhia que mandou um dos seus modelos de carro para o espaço quer dominar o mercado de veículos elétricos gplus
   

6 curiosidades sobre a Tesla, a empresa do bilionário Elon Musk

A companhia que mandou um dos seus modelos de carro para o espaço quer dominar o mercado de veículos elétricos

Confira Também

É muito provável que você já tenha ouvido falar sobre a Tesla Motors, principalmente depois de a empresa mandar um de seus modelos de carro para o espaço em fevereiro deste ano. 

A companhia, dirigida pelo bilionário sul-africano Elon Musk, e sediada em Palo Alto, na Califórnia, atua no ramo automotivo e armazenamento de energia e tem como foco a produção de carros elétricos de alto desempenho. 

O "passeio" do Tesla Roadster vermelho na órbita da Terra só foi possível por causa da 'Space X' - empresa de sistemas aeroespaciais que levou o veículo através de um foguete; empreendimento esse também gerido por Elon Musk.

LEIA TAMBÉM

O envio do carro ao espaço foi uma medida de propaganda da alta tecnologia de sua empresa de foguetes e da sua marca automotiva, juntas, em um só lançamento transmitido ao vivo para milhões de internautas.

Mas, apesar de hoje em dia ser cada vez mais difícil dissociar a imagem do bilionário da Tesla Motors, não foi ele que fundou a empresa, nascida em 2003. Não sabia? Confira essa e outras curiosidades sobre a marca que deseja dominar o mercado automotivo.

#1 - NIKOLA TESLA
A empresa foi criada pelos amigos Martin Eberhard e Marc Tarpenning, com a intenção de trazer ao mercado, além de uma "fonte de combustível alternativa", um bom desempenho e um visual bonito para os carros. A companhia foi batizada com esse nome em homenagem ao inventor e engenheiro eletricista croata Nikola Tesla, notório estudioso da eletricidade. Elon Musk só aparece um ano depois da fundação da empresa, quando faz um investimento e aos poucos vai tomando conta do projeto.

#2 - BATENDO A FORD
No primeiro semestre de 2017, a Tesla superou as tradicionais Ford e General Motors em valor de mercado na Bolsa de Valores de Nova York. A valorização ocorreu após anúncio do aumento de vendas feito por Musk. Tanto a Ford quanto a GM também produzem carros elétricos, e estão na disputa por um lugar ao sol junto a Tesla.

#3 - CARRO SEXY?
Diz a lenda que o bilionário sul-africano gostaria de formar a palavra "Sexy" com os nomes dos seus modelos de carro. Já foram lançados o "Model S", "Model E", "Model X". Porém, no momento de registrar os nomes, a Ford teria reivindicado seus direitos sobre a letra 'E', o que obrigou a empresa de Elon Musk a trocar a letra pelo número '3', que modificado ainda pode ficar parecido com um 'E'. 

A expectativa é de que o próximo modelo lançado pela montadora do empresário tenha o nome de "Model Y", completando a "palavra" 'S3XY'.

#4 - CARGA PESADA
Os investimentos não ficam apenas nos veículos de pequeno porte. Em 2017, a empresa estadunidense anunciou seu caminhão elétrico e semi-autônomo que, de acordo com a empresa, alcançará 100km/h em 20 segundos, mesmo quando estiver carregado com mais de 30 toneladas.

#5 - QUANTO ELON MUSK RECEBE DA TESLA?
De acordo com o que foi revelado recentemente, nada. O empresário teria cancelado temporariamente seus rendimentos mensais até bater uma série de metas dentro da empresa. De acordo com o que já foi divulgado, a lei norte-americana obriga as empresas a pagar a seus funcionários pelo menos um salário mínimo, mas Elon Musk diz não usufruir do valor. A Forbes estima que o sul-africano tenha uma fortuna de cerca de 20 bilhões de dólares.

#6 - QUASE FALÊNCIA
Apesar de hoje estar ganhando cada vez mais espaço no mercado,  a Tesla quase faliu em 2008. Quando Elon Musk vendeu o PayPal (foi um dos fundadores), o empresário investiu inicialmente 90 milhões de dólares na Space X e na Tesla.

Com os custos crescendo, a crise econômica de 2008 no auge, e sucessivas falhas no lançamento de foguetes, sobraram US$ 40 milhões para investir. "Eu podia colocar todo esse montante numa empresa, e a outra iria definitivamente morrer, ou eu poderia colocar metade na 'SpaceX' e a outra na Tesla. Neste caso, as duas poderiam morrer", afirmou certa vez. Ambas acabaram escapando da bancarrota e seguem até hoje no mercado.

PRÓXIMA PARADA? MARTE
O sul-africano não parece se conformar com os avanços que vem conseguindo aos poucos, nem com a Tesla, muito menos com sua empresa de foguetes. De acordo com seus discursos mais recentes, vai investir cada vez mais na 'Space X', já que deseja chegar o mais rápido possível em Marte e colonizar o Planeta Vermelho antes mesmo da NASA.


Rudiney Freitas