10 excelentes canais do YouTube que você deveria seguir A maior plataforma de vídeos do mundo é um bom espaço para diversos canais de conteúdo, sejam eles educativos ou de entretenimento gplus
   

10 excelentes canais do YouTube que você deveria seguir

A maior plataforma de vídeos do mundo é um bom espaço para diversos canais de conteúdo, sejam eles educativos ou de entretenimento

Confira Também

Já faz algum tempo que as pessoas diversificaram seus meios para passar o tempo, fazendo uso de recursos diferentes de décadas atrás, quando um modelo padrão  centralizava boa parte do conhecimento, principalmente devido à pouca abrangência dos recursos midiáticos. 

Hoje em dia, após o advento e grande popularização da internet, muitas pessoas navegam pela rede mundial de computadores procurando por conteúdos educativos, informativos ou até mesmo de puro entretenimento. E encontram no YouTube uma vastidão de possibilidades, todas elas ao alcance da mão, a poucos toques na tela do smartphone.

A maior plataforma de vídeos do mundo, criada em 2005 por Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, e comprada pela Google pouco tempo depois, já conta com mais de 1,8 bilhão de usuários ativos mensalmente. Com os mais diversos gêneros de canais hospedados, o YouTube cresce exponencialmente e já faz algum tempo que não é mais um espaço apenas para vídeos pouco elaborados ou puramente de entretenimento.

LEIA TAMBÉM

Pelo contrário, a plataforma agrega grandes comunicadores e seus canais bem produzidos, de conteúdos sólidos e públicos muito fiéis. E é claro que você não deve ficar de fora dessa nova dinâmica de se informar e se divertir; por isso, montamos uma lista com 10 canais do YouTube para você seguir bem de perto. Dá uma olhada! 


O canal norte-americano, que está na plataforma desde 2006, é conhecido pelos inúmeros vídeos de marcenaria e metalurgia. Neles, "Jimmy" cria objetos fazendo uso de diversos materiais e ferramentas, todos operados com muita destreza. "Jimmy" conta com mais de um milhão de inscritos em sua conta no YouTube, mesmo que poucas vezes apareça falando em frente às câmeras; seu intuito é construir, e sua a comunicação, portanto, é por intermédio das mãos. E o dono do canal logo avisa para quem for assistir aos seus vídeos: "Não faça estas coisas perigosas que eu faço".


O canal apresentado pelo prestigiado médico brasileiro Drauzio Varella conta com pouco mais de um milhão de inscritos. No espaço, há divulgação de conteúdos ligados à saúde, em reportagens e explicações de Drauzio sobre os sintomas e tratamentos de enfermidades. Além de todo o serviço de didatismo prestado, os vídeos costumam explorar o lado bem humorado e mais informal de uma das maiores referências da medicina no país.


Os eventos do TED dispensam apresentações; populares no mundo inteiro, as reuniões contam com especialistas e grandes nomes de diversos segmentos, que discursam por alguns minutos sobre temas de interesse global. As palestras são disponibilizadas no canal do YouTube do TED, que coleciona mais de onze milhões de seguidores. Vale muito a pena conferir, alguns monólogos são verdadeiras aulas.


Para quem deseja se divertir com entretenimento de muita qualidade, cinco amigos do Texas, EUA, montaram um canal no YouTube para oferecer isso aos espectadores. O grupo realiza coisas inimagináveis envolvendo esporte e humor, desde "tiro ao alvo" feito com os mais diversos objetos, até quebra de recordes dignos de Guinness Book. O canal tem mais de 35 milhões de inscritos e uma marca gigantesca: mais de 6 bilhões de visualizações nos vídeos postados. 


Iberê Thenório e Mariana Fulfaro são os responsáveis pela criação e geração de conteúdo do Manual do Mundo, um dos maiores e mais adorados canais do YouTube no Brasil. Com mais de onze milhões de inscritos adquiridos em mais de dez anos, o espaço é destinado para a exibição de vídeos sobre ciência, desafios e pegadinhas. O Manual também tem um quadro chamado "Boravê", em que Iberê e Mari visitam lugares que as pessoas gostariam de saber como funcionam, como uma fábrica de chicletes ou de cadernos escolares.


Além das receitas filmadas da maneira tradicional - e dinâmica - do Tastemade, o canal brasileiro comporta alguns quadros bem divertidos envolvendo gastronomia. Tem o "Coisas que nunca comi", apresentado pelo Otávio Albuquerque, o Tavião, que viaja por diversos países experimentando a culinária local e as características de cada lugar, o "Minicozinha", em que o ambiente e a receita é em miniatura, entre  diversas outras temáticas. Os quadros são realmente feitos para abrir o apetite.


Inicialmente com o biólogo Atila Iamarino no comando dos programas envolvendo ciência, o canal Nerdologia agora também tem a seção de História, capitaneada pelo historiador Filipe Figueiredo. Os conteúdos chamam atenção pela primazia na pós-produção e uma abordagem sólida, que conecta temas importantes do mundo acadêmico à atualidade, sempre de maneira divertida e muito didática. 


O canal da Casa do Saber no YouTube é um braço da instituição homônima que oferece cursos em áreas do conhecimento como Economia, Arte, Filosofia, História e Literatura. Na plataforma de vídeos da Google, a Casa do Saber tem mais de 23 milhões de visualizações nas postagens, que contam com especialistas consagrados em suas áreas, como o filósofo Luiz Felipe Pondé e o neurocientista Pedro Calabrez. 


Com mais de 140 milhões de visualizações nos vídeos, o canal norte-americano esbanja cultura, através de análises minuciosas e bem narradas para os espectadores. O Nerdwriter produz conteúdos sobre o mundo do cinema, da música, literatura e o que mais for motivo para Evan Puschak - o homem por trás do canal - abordar. 


"Achou que não haveria TV Quase nesta lista? Achou errado, otário!". Frases similares a essa são típicas de 'Rogerinho do Ingá', um dos personagens do programa "Choque de Cultura", do canal TV Quase. Além dele, o espaço midiático no YouTube hospeda programas como "Falha de Cobertura" e "O último programa do mundo". A intenção da galera por trás do canal é levar muito humor nonsense ao público e arrancar muitas risadas. 


Rudiney Freitas