Como se livrar do sono pós-almoço Manter os olhos abertos depois de almoço nem sempre é fácil, no entanto, há alguns truques para livrar do sono. Confira gplus
   

Como se livrar do sono pós-almoço

Manter os olhos abertos depois de almoço nem sempre é fácil, no entanto, há alguns truques para livrar do sono. Confira

Confira Também

Você almoça, volta ao trabalho e, de repente, sente que está sob o efeito de um vidro inteiro de calmantes. Essa descrição parece familiar? Por que, afinal, sentimos tanto sono depois do almoço? Qual é a relação entre almoçar e ter vontade de dormir? A boa notícia é que essas perguntas têm respostas: é absolutamente normal se sentir sonolento depois de um bom almoço. 

VEJA MAIS:

Essa sensação quase mortal de sono acontece mais na hora do almoço porque nosso corpo já começa a se preparar para dormir. De acordo com alguns endocrinologistas, há pelo menos três fatores que contribuem para a sonolência após as refeições, todas elas ligadas à diminuição da atividade do cérebro:

Primeiro, devemos entender que o sangue conduz o oxigênio para o organismo e que o cérebro precisa de muito oxigênio para funcionar. Entretanto, depois de comermos, o sangue aumenta a quantidade do nutriente enviada ao aparelho digestivo e, por consequência, diminui a oferta para o cérebro, o que força a diminuição da sua atividade.

Além disso, a própria produção do suco gástrico que faz parte do processo de digestão dos alimentos acaba gerando uma grande quantidade de bicarbonato de sódio, substância que causa no sangue o que se chama de lcalose metabólica, conhecida como maré alcalina pós-prandial (pós-refeições). Esse processo também faz com que o cérebro diminua a atividade de alerta – e te dê sono.

O terceiro, e último, fator é que durante as refeições, principalmente as ricas em açúcares e carboidratos de fácil absorção (como os doces e as farinhas), a concentração de glicose sobe no sangue, o que leva a diminuir ainda mais o estado de alerta do cérebro.

A boa notícia é que existem maneiras de melhorar (e até reverter) essa sensação de moleza terrível através da nossa alimentação e de pequenas mudanças de hábitos. Saiba agora como se livrar do sono pós-almoço:

#1 – SEM CARBOIDRATO SIMPLES E SEM SOBREMESA NO ALMOÇO
A primeira forma de reduzir o sono depois do almoço é evitar seu “agente causador”, isto é, alimentos muito gorduroso, ricos em carboidratos e cheios de açúcar. Esses alimentos provocam mais sono porque gordura e carboidrato induzem a formação de maior quantidade de peptídeos intestinais, que induzem a vontade de dormir.

#2 – COMO PROTEÍNAS NO ALMOÇO 
A proteína deve estar equilibrada com os seus carboidratos. Quando ingeridas na quantidade certa, elas evitam esses picos de glicemia. MAS CALMA LÁ! Nada de se jogar em uma churrascaria, pois isso também não ajuda, já que as proteínas são mais difíceis de digerir – e quanto mais trabalho para digerir, mais sono. 

#3 – NÃO TOME CAFÉ APÓS O ALMOÇO
Pode parecer estranho, mas há uma boa explicação por trás: tomar aquele café pós almoço vai te dar energia a curto prazo e logo em seguida o sono vem com tudo. Isso porque o café, junto com a refeição, pode prejudica a absorção de alguns nutrientes, e deixa o corpo em slow motion. Na dúvida, troque i cafezinho pelo chá verde ou chá preto. 

#4 – TIRE UM COCHILO DE, NO MÁXIMO, 20 MINUTOS
Essa notícia é velha, mas nem todos conhecem. De acordo com a neurocientista Fiona Kerrque, em entrevista ao jornal “The Telegraph”, em 2016, um cochilo de 15 a 20 minutos tem a capacidade de revigorar o nosso cérebro, aumentar a nossa atenção e melhorar a performance motora. Como a maioria tem uma hora de almoço, o negócio é tentar comer em 40 minutos e depois achar um canto para encostar e tirar um cochilo abençoado. Mas, é importante ter cuidado: se o sono passar de 20 minutos, você pode entrar em sono profundo e acordar ainda mais cansado depois.

#5 – NADA DE BEBER ENQUANTO ALMOÇA
Ingerir muito líquido junto com a comida deixa a digestão mais lenta e dilata o estômago. O ideal seria não beber nada, porque o corpo já produz os líquidos necessários para a digestão (saliva e sucos digestivos).

#6 – TENTE FAZER EXERCÍCIOS LEVES
Durante as 8 horas de trabalho, tente e movimentar ao máximo (já até demos algumas dicas por aqui). Pode ser uma caminhada leve, um alongamento ou mesmo alguns polichinelos. Segundo nutricionistas, mexer-se pode enganar um pouco o corpo e reduzir a sonolência. 


Nathalia Marques