RoboCop: 9 coisas que você não sabia Proteger os inocentes, defender a lei! Descubra nove fatos que você ignorava sobre o policial do futuro gplus
   

RoboCop: 9 coisas que você não sabia

Proteger os inocentes, defender a lei! Descubra nove fatos que você ignorava sobre o policial do futuro

Confira Também

Uma sátira semirreligiosa e ultraviolenta dos anos 1980, RoboCop conta a história de um policial que foi morto em serviço – e ressuscitou como ciborgue. Escrito por Edward Neumeier e Michael Miner, seu script foi rejeitado por uma série de diretores, incluindo Alex Cox e David Cronenberg antes de cair no colo de Paul Verhoeven. Mas nem ele a princípio gostou do que viu: leu apenas algumas páginas e achou uma porcaria. Por sorte, sua mulher foi quem salvou o script do lixo – e deu a devida atenção ao material.  Veja a seguir mais dez coisas que você sabia sobre o policial do futuro: 

1. Schwarzenegger quase deu vida ao RoboCop
Michael Ironside, Rutger Hauer e o Arnold Schwarzenegger, foram cogitados para o papel principal, mas o porte dos atores era grande demais pra entrar no traje de RoboCop. Peter Weller, que competia em maratonas por hobby, foi o único que encaixou como uma luva.  

2. O ciborgue dirigia com a parte de baixo bem ventilada
Apesar da imagem com a qual foi retratado no icônico pôster do filme, Weller não conseguia entrar no seu carro de polícia quando estava com toda a roupa de RoboCop. Ou seja, todas as cenas que ele aparece dirigindo, RoboCop está sem calças.

3. Weller usou técnicas de mímica para dar autenticidade ao personagem
Peter Weller consultou Moni Yakim para desenvolver um estilo fluido de se movimentar para retratar o RoboCop. Incorporando técnicas de mímica, a dupla chegou a um movimento de sinuoso para transmitir autenticidade à natureza do personagem. Weller praticou por sete meses, durante os quais o ator às vezes praticou no Central Park usando equipamento de futebol americano.

4. RoboCop nasceu pouco antes de estrear
O processo de design e fabricação da armadura do RoboCop levou quase oito meses. Ela só foi ficar pronta pouco antes de ele entrar no set de filmagem.

6. Weller sofria para se mexer dentro da armadura
Na segunda semana de gravação, Weller se vestiu de RoboCop pela primeira vez. Após um processo árduo que levou 11 horas, Weller descobriu que mal podia se mexer dentro do traje. Mesmo depois que os produtores removeram os pedaços estranhos da vestimenta, Weller ainda teve dificuldade de se mover e insistia que a produção parasse até que eles pudessem achar uma solução. Weller, Yakim e Verhoeven passaram os dois dias seguintes bolando o jeito característico de RoboCop andar: um estilo lento e descolado que funcionaria mesmo com o traje deselegante.

7. RoboCop não podia ter namorada
Apesar do traje de RobCop deixar claro que não havia qualquer possibilidade de acontecer nada lá embaixo, o diretor Verhoeven pediu que Allen cortasse o cabelo e se fizesse o mais masculina possível para evitar que o público criasse a expectativa de um romance entre Lewis e Murphy.

8. Um dos personagens mais populares em RoboCop nunca tem seu nome revelado
Bixby Snyder (interpretado por S. D. Nemeth), a estrela bigoduda de Não é Problema Meu! O programa de TV em que ele aparece dizendo ‘eu compraria isso por um dólar!’. O título do programa é mencionado apenas numa cena que foi descartada.

9. RoboCop era sexualmente neutro
De acordo com Verhoeven, a rápida cena de nudez no vestiário de RoboCop foi produzida para enfatizar que o policial do futuro teria uma ética de neutralidade sexual. Verhoeven, acreditando que a cena aparecia rápido demais para alguém percebe, tentou outra vez em 1997. Na nova versão, uma cena mais lenta no chuveiro traz RoboCop num nu de costas e o topless difícil de ignorar de Dina Meyer.