Os 10 melhores vinhos do mundo A Wine Spectator, especialista em análise de vinhos, lançou uma lista com os melhores do mundo em 2015. Beba dessa fonte! gplus

AreaH - Baixe grátis na Apple Store

AreaH - Baixe grátis na Google Play

   

Os 10 melhores vinhos do mundo

A Wine Spectator, especialista em análise de vinhos, lançou uma lista com os melhores do mundo em 2015. Beba dessa fonte!

Confira Também

Conhecer sobre vinhos talvez não seja uma tarefa fácil. Mas pode ser bem divertida: não importa quantos vinhos você prove ao longo da sua vida, sempre pode se surpreender ao abrir a próxima garrafa. 

Ter o mínimo conhecimento sobre o assunto, porém, pode ser um diferencial - sobretudo na hora da conquista. Mas se você não domina o assunto, a dica é ficar de olho nas listas de especialistas no tema. Uma delas é o ranking que a revista americana Wine Spector divulga anualmente desde 1988.

Para elencar a lista com os 100 melhores vinhos, a revista americana utilizou como critério a qualidade do vinho, óbvio, numa pontuação que vai de 0 a 100 pontos, seguida por seu valor (normalmente abaixo dos 200 dólares) e disponibilidade (quantidade de caixas produzidas e importadas para os Estados Unidos). 

Apesar de alguns vinhos citados serem relativamente caros e de edição limitada, outros são um pouco mais acessíveis. Um dos mais "baratos" da lista é o português Taylor's Late Bottled Vintage, um porto que ocupa o 16º do ranking e custa 25 dólares.

Confira a lista dos 10 melhores vinhos de 2015, segundo a Wine Spector.

10. Klein Constantia Vin de Constance
Pontuação: 95
Safra: 2009
Preço médio: US$ 80
O vinho, que já teve entre seus fãs Napoleão Bonaparte, é produzido pela mais tradicional vinícola da África do Sul, a Klein Constantia. Com acidez moderada, o Vin de Constance é um ótimo acompanhamento para queijos fortes, como gongozola.

9. Clos Fourtet St.-Emilion
Pontuação: 94
Safra: 2012 
Preço médio: US$ 72
Claro que não poderiam faltar os franceses. Produzido na região de Bordeaux pela Clos Foutet, o St-Emillion é um blend de uvas merlot, cabernet sauvignon e cabernet franc, que lhe conferem um “sabor suave com aroma de anis e tabaco”.

8. Masi Serègo Alighieri Vaio Armaron, Amarone della Valpolicella Classico
Pontuação: 95
Safra: 2008
Preço Médio: US$ 85
Altamente recomendado pela Wine Spectore, este italiano é constituído pelas tradicionais uvas do Veneto: corvina, molinara e rondinella. Para a fabricação, as frutas colhidas ficaram três meses expostas ao ar para que se desidratassem. Depois de prensadas, foram deixadas por cinco anos em barris de carvalho.

7. Escarpment Kupe 

Pontuação: 95
Safra: 2013
Preço médio: US$ 69 
A região de Martinborough foi motivo de orgulho para os neozelandeses com seu vinho de altíssima qualidade. O Escapment Kupe figura entres os melhores do mundo. A safra de pinot noir em 2013 fez, de fato, um vinho que impressionasse degustadores do mundo todo.

6. Bodegas Alto Ribera del Duero
Pontuação: 94
Safra: 2012
Preço médio: US$ 54
Feita à base de tempranillo, o vinho de Ribera del Duero alcançou a sexta posição por conta de seu sabor, que de acordo com os degustadores da revista, revela-se “rico em ameixa, cacau, amora, alcaçuz e mineral”. As 2.200 caixas da bebida exportadas para os Estados Unidos também contribuíram para sua boa colocação.

5. Mount Eden Vineyards Chardonnay
Pontuação: 95
Safra: 2012
Preço médio: US$ 60
Produzido a partir de uvas chardonnay das montanhas de Santa Cruz, na California, a Mount Eden extraiu da safra de 2012 um vinho branco tão bom quanto o da safra de 2011, que no ano passado alcançou a 11ª posição do ranking da Wine Spector com os mesmos 95 pontos no quesito qualidade.

4. II Poggione Brunello di Montalcino
Pontuação: 95
Safra: 2010
Preço médio: US$ 85
Vinho italiano da região da Tocana feito com uvas sangiovese de parreiras com pelo menos 20 anos de existência. Após cuidadosa fermentação, ele é envelhecido por 3 anos dentro de barris de carvalho francês.

3. Evening Land Seven Springs Vineyard La Source

Pontuação: 98
Safra: 2012
Preço Médio: US$ 70
Produzido em Willamette Valley, Oregon, o vinho é feito a partir de uvas pinot noir. Segundo a Wine Specture, "ao longo da degustação é possível sentir harmoniosamente todos as especiarias da bebida, com um expressivo acabamento no final".

2. Quilceda Creek Columbia Valley Cabernet Sauvignon
Pontuação: 96
Safra: 2012
Preço médio: US$ 140
Produzida pela Quilceda Creek no Columbia Valley, o vinho feito com uvas cabernet sauvignon exclusivas do estado de Washington é, segundo os especialistas, “polido, focado e generoso, com gosto de ameixa e cereja".

1. Peter Michael Au Paradis
Pontuação: 96
Safra: 2012
Preço médio: US$ 195
No Paraíso, como o próprio nome sugere, é provavelmente a sensação de quem bebe o vinho produzido pela vinícola californiana Peter Michael. O Au Paradis é 76% constituído de de uva cabernet sauvignon que é equilibrada com cabernet franc. Certamente a cuidadosa preparação no Condado de Napa deu à bebida o título de melhor vinho de 2015.