Receita pra transar mais e melhor - lave a louça

Esqueça o ursinho de pelúcia, as flores, o jantar caro. Há outras coisas mais eficientes para agradar sua mulher

Esqueça o ursinho de pelúcia, o buquê de flores, o jantar caro. Há outras coisas mais eficientes quando o quesito é agradar a sua mulher. 

Um estudo feito na Universidade de Riverside, na Califórnia*, aponta que homens que partilham as tarefas domésticas com as suas mulheres têm mais harmonia no relacionamento e - talvez a melhor notícia - uma melhor vida sexual. Segundo os pesquisadores, quando os homens ajudam nas maçantes tarefas de casa, a percepção das mulheres sobre igualdade e satisfação no relacionamento aumenta. Porque não adianta nada o cara ser romântico, mandar cesta de café da manhã e depois sentar a bunda no sofá pra assistir à sessão da tarde enquanto a mulher lava a louça. A cada prato lavado, mesmo que sem querer, a mulher que raciocina logo questiona o quanto daquele romantismo traduz um sentimento real. Porque estar na parceria na hora do champanhe e do caviar é fácil. Difícil mesmo é ajudar a lavar banheiro quando a faxineira deu o cano por duas semanas consecutivas. 

Tem muito cara mimado que acha que a namorada precisa ser a nova mãe. Está acostumado a comer e deixar o prato sujo na mesa; a molhar o banheiro e não secar; a deixar a cueca suja caída em baixo da cama até que alguma boa alma tire-a de lá antes que as aranhas façam teias nela. Tudo isso porque estavam acostumados a ter sempre alguém ali, a postos, pra fazer esse tipo de tarefa - geralmente algum ser do time feminino, como mãe ou irmã. Daí ele cresce sem ter ideia de como ligar a máquina de lavar ou de como passar uma camisa e fica tranquilo, pois tem certeza que alguém assumirá essas funções na sua vida.

Coisa de moleque de prédio.

O exemplo das tarefas domésticas pode parecer bobo, mas a atitude de achar que lavar louça ainda é coisa de mulher dá ótimas pistas sobre outros aspectos da personalidade do sujeito. Provavelmente se trata de um cara machista, egoísta, um tanto quanto folgado e nada parceiro. Porque o parceiro de verdade quer mais é ajudar a sua mulher a terminar o trabalho chato para que possam fazer qualquer outra coisa de mais interessantes juntos. O homem parceiro jamais vai conseguir ficar bem sabendo que sua mulher está ali, no cômodo ao lado, se fodendo - e não é no sentido bom da palavra. Se ele pensa assim, é provável que irá agir com o mesmo egoísmo diante de outros desafios da vida em casal. Quando a coisa for muito mais séria do que uma pia lotada de louças, ele não estará lá para você. 

Por isso você, caro leitor, que se acha macho demais pra passar uma vassoura no chão, sugerimos que reveja seus conceitos sobre esse assunto. Porque eu nunca vi uma mulher sequer na Terra reclamando que o relacionamento tá difícil porque o marido insiste em lavar roupa toda semana. Mas já vi um tanto de outras frustradas por se sentirem desvalorizadas por seus homens folgados. Aliás, isso é um fato óbvio e talvez nem precisasse de uma coluna inteirinha dedicada a esse tema. O fato é que tem homem que já sacou isso faz tempo, mas finge nunca ter notado - imagina se eles irão querer abandonar o posto de patrões e arregaçar as mangas pra lavar uma privada. 

Para os que já entenderam que a fila andou pras Amélias, tem sempre a recompensa - não se surpreenda se for acordado com um boquete matinal, se ganhar café na cama ou se receber uma massagem grátis nos pés depois de tê-la ajudado em casa. As trocas de gentilezas movem o mundo e essa é uma excelente atitude pra demonstrar que você se importa. Por isso, na próxima vez em que quiser agradar sua mulher saia da mesmice do vestido novo ou do perfume e inove - chegue em casa mais cedo e a espere com a faxina feita. Contratar uma faxineira pra ela também vale. Aprenda que pontos somados no caderninho do amor feminino jamais são esquecidos. Acredite - elas podem não expressar na hora, mas com certeza nutrem uma tremenda admiração pelos homens que são tão machos ao ponto de pegar numa vassoura sem tabus nem preconceitos.