O retorno de Lara Croft

Reboot da série traz realismo e gráficos impressionantes com mudanças inesperadas de clima

Após vários títulos e altos e baixos, Lara Croft, uma das musas dos games, faz o seu retorno em Tomb Raider, lançado para Playstation 3, Xbox360 e PC, pela Crystal Dinamics.  A proposta é retornar às origens da personagem para descobrir o que a levou a ser a arqueóloga aventureira dos clássicos anteriores.

A história começa com Lara perdida em uma ilha tropical no meio do oceano após o naufrágio do navio em que estava viajando. Na luta pela sobrevivência, Lara tem que caçar por comida e água, além de procurar por outros sobreviventes. A coisa fica feia quando ela encontra mercenários que começam a caçar não somente ela, mas também os outros sobreviventes. É a partir daí que Lara começa a tornar-se a musa destemida que conhecemos, utilizando desde armas de fogo até um arco-e-flecha.

“Tomb Raider” promete um alto nível de realismo em um mundo aberto que combina o cenário de aventura e exploração com elementos de RPG, por exemplo, Lara evolui fisicamente conforme o jogo progride, fazendo com que ela ganhe mais força e resistência e possa executar acrobacias e manobras com mais facilidade. Além disso, é possível combinar itens para criação de outros novos, e há também o aperfeiçoamento de suas habilidades. 

O jogo também traz um novo sistema de física: uma tocha pode ter sua chama apagada quando cai água em cima, a corrente dos rios pode influenciar na velocidade em que Lara o atravessa, ou até facilitar, e o cenário conta com clima dinâmico, ou seja, pode começar a chover ou fazer um sol de rachar quando você menos espera. Os jogadores poderão explorar toda a ilha, revisitar lugares, fazer sidequests e também desafios e quebra-cabeças em tumbas secretas.

As aventuras de Lara não param por aí: “Tomb Raider” oferece um modo multiplayer, produzido pela Eidos Montreal, a mesma produtora do game “Deus EX: Human Evolution”. Joe Khoury, produtor da Eidos Montreal, disse para o site Tech Digest que não é uma tentativa de “competir com ‘Call of Duty’ ou ‘Halo’”, duas franquias famosas pelo seu multiplayer, mas sim “criar algo divertido para quem só viu aqueles personagens no modo solo”.

Há três modos multiplayer: “Team Deathmatch”, um mata-mata entre Lara e seus companheiros contra os mercenários, “Rescue” em que os sobreviventes devem procurar por kits de primeiros-socorros e levá-los a certos pontos enquanto os mercenários devem eliminar certo número de sobreviventes e “Cry For Help”, focado em exploração e coleta de artefatos, ao invés de combate.

Para fechar, todas as versões do jogo possuem legendas em português para melhor entendimento da história.